Publicado por: Carlos Scomazzon | sábado, outubro 24, 2009

Ópera Carmem será tema de debate no CCBB Rio

Por que a ópera encanta tanto? O que é uma ária de ópera? Quais são os tipos de vozes que participam de uma ópera? Todo maestro pode reger uma ópera? Quem é o responsável pelo cenário, pelo figurino e pela atuação teatral em uma ópera? O que é ópera bufa? Qual a diferença entre ópera e opereta? O que tem a ópera de especial como espetáculo? Como preparar-se para assistir a uma ópera? Todas estas perguntas serão respondidas durante a terceira apresentação da série Introdução ao Mundo da Música Clássica, no Centro Cultural Banco do Brasil, que acontecerá no dia 29 de outubro, às 18h30min, com entrada gratuita. O objetivo é contribuir para a aproximação do público com expressões artísticas importantes, sobretudo as musicais, visando a oferecer o acesso ao conhecimento de variados temas.

Desta vez, o tema a ser tratado será A estrutura de uma ópera através da ópera Carmem. Nesse terceiro encontro as pessoas terão conhecimento da história da ópera Carmem e paralelamente tomarão conhecimento de toda a estrutura de uma ópera. A ópera é a arte mais fácil de apreciar, pois consiste numa relação trilateral entre as palavras, a música e a apresentação visual, cada um destes componentes ajudando a explicar os outros. Os encontros são ministrados pelas professoras e musicistas Clarice Miranda e Liana Justus que, por meio de informações culturais básicas e essenciais para a compreensão da música clássica, apresentam obras fundamentais da história da música, proporcionando meios para a compreensão da cultura musical.

Durante o evento, as musicistas utilizarão uma didática inovadora, além de material de multimídia e diversos DVDs especialmente selecionados para a ocasião. “Saber sobre música confere às pessoas habilidades que estimulam a sensibilidade e levam a desenvolver o senso crítico cada vez mais”, explica Clarice Miranda. O conteúdo deste evento é elaborado de forma a atender diferentes públicos: leigos ou estudiosos da música, crianças e adultos. Segundo Liana Justus, com os novos conhecimentos adquiridos durante os encontros, as pessoas serão naturalmente motivadas a um maior convívio com a música e, com isso, frequentarão mais os teatros e eventos musicais.

Clarice Miranda é educadora musical e musicoterapeuta. Soprano, compositora e letrista, atuou como solista em diversos grupos vocais de Curitiba, entre eles, Coral da Pró-Música, Octeto da Pró-Música e Madrigal Vocale. Gravou participações com a Orquestra Sinfônica de Berlim. Liana Justus é Mestre em História pela Universidade Federal do Paraná com teses sobre a “Platéia de Música de Curitiba na década de 20”. É especialista em História da Música pela Escola de Música e Belas Artes de Curitiba, licenciada em Educação Musical e Curso Superior de Piano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: