Publicado por: Carlos Scomazzon | terça-feira, março 30, 2010

Orquestra do Theatro da Paz faz apresentações em teatros de Belém

A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, em Belém do Pará, mesmo com o fechamento do teatro para avaliação e reforma do patrimônio, continuará suas apresentações em outros teatros da capital, descentralizando o trabalho da orquestra. O primeiro concerto será no teatro Margarida Schiwazzappa, do Centur, às 20 horas. A entrada é franca.

Segundo Leonardo Coelho, gerente da OSTP, a apresentação tem o objetivo de dar continuidade ao trabalho planejado pelos músicos e pelo maestro Enaldo Oliveira. “Nosso objetivo é mostrar que a orquestra não para que mesmo com a reforma do Teatro. A orquestra continua trabalhando e ganhando pernas com apresentações em outros lugares”, afirmou. O repertório será clássico e romântico com peças de Mozart Tchaikovsky.

Além do Schiwazzapa, já estão agendadas apresentações no Centro de Convenções Benedito Nunes, que fica na UFPA, no dia 28 de abril e no Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, no dia seguinte, dia 29.

Criada em 16 de dezembro de 1996 pela Secretaria de Estado de Cultura, a OSTP teve como maestros titulares Andi Pereira, Barry Ford, Mateus Araujo e atualmente é dirigida por Enaldo Oliveira. Recebeu vários maestros convidados como Roberto Duarte, Júlio Medaglia, Abel Rocha, Flávio Florence, Silvio Viegas, Patrick Shelley, Karl Martin, Luiz Malheiro, Miguel Campos, entre outros. Teve como solistas, Arnaldo Cohen, Miguel Proença, Arthur Moreira Lima, João Carlos Martins, Ana Claudia Brito, Antônio Del Claro, Jorge Zabala, Igor Kotov e Vadim Klokov.

Em 1999, gravou o CD Arthur Moreira Lima interpreta Waldemar Henrique, pela Secult, destacando o trabalho de três compositores locais, Serguei Firsanov, Tynnôco Costa e Luiz Pardal. Participou do projeto Pará Sinfônico – Música nos Municípios onde fez apresentações pelos interiores do Estado. Realiza regularmente concertos no Theatro da Paz, bem como participa anualmente do então Festival Internacional de Ópera da Amazônia, tendo executado obras como Macbeth de Verdi, a opereta A Viúva Alegre de Franz Lehar, Pagliacci de Leoncavallo, Flauta Mágica de Mozart, Carmen de Bizet, La Cenerentola e O Barbeiro de Sevilha de Rossini, Il Guarany de Carlos Gomes, Gianni Schicchi e La Bohème de Puccini, Don Pasquale de Donizetti, O Morcego de Johann Strauss, e na temporada 2009 Romeo e Julieta de C. Gounod. No Festival de Ópera deste ano lançou o DVD OSTP 12 Anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: