Publicado por: Carlos Scomazzon | terça-feira, abril 13, 2010

Exposição sobre a artista Lygia Clark no Centro Cultural BNB-Fortaleza

O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 – Centro) abrirá no próximo sábado, dia 17, às 16h30min, a exposição Lygia Clark, do objeto ao acontecimento, com curadoria da psicanalista e crítica de arte e de cultura Suely Rolnik. A exposição, que exibirá 17 filmes sobre a obra e a vida de Lygia Clark, constituiu o nervo central de uma mostra sobre as experiências da artista, da qual Suely Rolnik foi cocuradora, juntamente com Corinne Diserens, no Museu de Belas Artes de Nantes, França (2009) e na Pinacoteca do Estado de São Paulo (2006). Diferentes seleções de filmes deste arquivo vêm sendo objeto de exposição em vários países.

Nos filmes, constam entrevistas em vídeo com duração variada, com Caetano Veloso, Ferreira Gullar, Jards Macalé, Paulo Herkenhoff, Ivanilda Santos Leme, entre outros. Gratuita ao público, a exposição ficará em cartaz no andar térreo do CCBNB-Fortaleza até o próximo dia 07 de maio (horários de visitação: terça-feira a sábado, de 10h às 20h; aos domingos, de 10h às 18h).

Suely Rolnik, autora do arquivo de 65 filmes Lygia Clark, do objeto ao acontecimento, é psicanalista, crítica de arte e de cultura, curadora e Professora Titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (onde fundou o Núcleo de Estudos da Subjetividade no Programa de Pós-Graduação de Psicologia Clínica). Atualmente é docente convidada do Master Oficial en Historia del Arte Contemporáneo y Cultura Visual, Universidad Autónoma de Madrid e Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía e do Programa de Estudios Independientes do Museu d’Art Contemporani de Barcelona. Foi pesquisadora convidada pela Fondation de France no Institut National de l’Histoire de l’Art (INHA), em 2007. Desde 2007, participa da Rede Conceptualismos del Sur, composta por 54 pesquisadores de toda a América Latina

Viveu dez anos em Paris, onde diplomou-se em Filosofia e Ciências Sociais pela Université de Paris VIII, e em Ciências Humanas Clínicas pela Université de Paris VII (graduação, mestrado e DESS). Doutorou-se em Psicologia Social pela PUC-SP (1988). Seu principal campo de pesquisa são as políticas de subjetivação na atualidade, tratadas de uma perspectiva transdisciplinar entre a filosofia, a clínica, a política e a arte.

Publicou, entre outros, Micropolítica. Cartografías do desejo, em co-autoria com Félix Guattari; o livro encontra-se em sua 10ª edição tendo sido sua 7ª edição revista e ampliada (2005) e publicada na França, Espanha, EUA, Coréia e Argentina. É tradutora, entre outros, dos Vol. III e IV de Mille Plateaux, de Gilles Deleuze e Félix Guattari. Tem trabalhado há mais de quinze anos em vários países com conferências, cursos, workshops e publicações (livros, catálogos de arte e revistas especializadas, tendo sido editora de números especiais de algumas revistas internacionais).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: